Contamos nesse post aqui sobre a Jornada da Inovação Social! Vamos dar um spoiler nesse comecinho, mas viemos contar que, apesar da Jornada já ter sido finalizada, vamos continuar com o grupo! Nosso primeiro encontro de 2019 acontecerá na quarta-feira, dia 23 de janeiro. Vamos decidir os rumos do grupo, assim como os objetivos e projetos para esse ano – no fim do texto damos mais detalhes sobre isso.

Agora sim, voltando ao começo! A primeira sessão de imersão da Jornada da Inovação Social aconteceu no dia 10 de novembro, aqui na Caiena! Por ser o primeiro encontro com uma agenda mais intensa, todos os participantes tinham uma expectativa bem alta. Também tivemos a participação de uma convidada bem legal, a Stefanie Falconi, que veio fazer um bate-papo sobre os os desafios globais e as possibilidades para o futuro a partir dos objetivos de desenvolvimento do milênio.

Stefanie-Falconi

Depois do bate-papo, que foi um belo esquenta para o dia, o grupo começou a conversar sobre o pensamento sistêmico. A ideia era entender a lógica do pensamento sistêmico e, ao mesmo tempo, pensar sobre os principais problemas complexos que temos na região de Campinas. Em seguida, os grupos se dividiram e passaram a responder dúvidas como: 1) Qual é o sistema que você gostaria de mudar?; 2) Qual seria a versão mais saudável desse sistema?; 3) Como quebrar os ciclos de retroalimentação que impedem a resolução do problema?

Como esse primeiro encontro tinha o objetivo de falar sobre os problemas, e não suas soluções, falamos bastante sobre o que gera cada problema e como ponto se conecta ao próximo. Boa parte do período da tarde foi dedicada à pergunta: "Em que partes do sistema seu menor esforço levará ao maior impacto possível?". Essa foi a deixa para pensarmos em alguns caminhos para solucionar os problemas, sem nos aprofundarmos no tema.

Jornada-da-Inovac-a-o-Social---Campinas

Como última etapa do encontro, cada grupo ficou responsável por entrevistar pessoas que pudessem validar – ou não – as hipóteses levantadas ao longo do encontro. Afinal, era preciso conversar com pessoas que convivam com aquele problema para entender se o que levantamos condizia com a realidade. Com esse último exercício, fechamos o encontro e partimos para duas semanas de pesquisa.

No dia 24 de novembro continuamos a Jornada com a 2ª Sessão de Imersão. Dessa vez, o objetivo do grupo era continuar a busca por soluções para os problemas por meio do** design centrado nas pessoas** – assim como nós fazemos nos projetos da Caiena. Para isso, trilhamos um caminho que começou com o compartilhamento das entrevistas realizadas e que – ainda que não conseguíssemos visualizar – nos levaria aos protótipos das soluções desenhadas.

Começamos pelo processo de síntese, que significa entender o que vimos e ouvimos nas entrevistas para descobrir oportunidades de design. Seguimos os passos de listar os fatos, categorizar os temas, descobrir os elementos-chave (insights) e elaborar o desafio de design – e nos esforçamos para fazer boas perguntas, pois, como disse Sócrates, isso já nos dá metade da resposta! Em seguida, passamos pelo processo de ideação, um momento de usar toda a criatividade para criar soluções. Nessa etapa, percebemos quão diverso era o grupo, pois existia muita riqueza nas sugestões trazidas.

Após a lapidação das ideias – unindo criatividade e viabilidade e contando com a colaboração do grupo – foi proposto às equipes criarem “pré-protótipos”, já que não tínhamos o tempo necessário para elaborar protótipos completos. O Colectivo de Diseño Disruptivo, que conduziu todo o processo, trouxe materiais sobre economia comportamental e modelagem de negócios, a fim de mostrar meios de materializar as soluções inovadoras pensadas.

Ao final, todos estávamos dominados pela atmosfera de felicidade e de aspiração. A qualidade dos resultados alcançados nos dois encontros estava muito acima do que poderíamos imaginar. E aquele grupo que persistia em dialogar, refletir e agir, se mostrava com a intenção sincera de continuar a jornada por conta própria.

Jornada-da-Inovac-a-o-Social---Campinas_

O último encontro da Jornada, que aconteceu no formato de meetup no dia 28 de novembro, confirmou essa intenção. O evento tinha a finalidade de consolidar todo o conhecimento obtido, assim como definir os próximos passos do grupo. Os participantes decidiram manter os encontros – que agora passam a acontecer uma vez por mês.

O primeiro encontro de 2019 vai acontecer na Housidea, que fica na Casa de Eva (Rua Des. Antão de Moraes, 588. Cidade Universitária), a partir das 19h. Vamos falar sobre a Comunicação do grupo, definir projetos para trabalhar ao longo desse ano e muito mais. ;)