O impacto do design aplicado à saúde

Design Abr 07, 2020

Diante de hospitais lotados, atendimento precário e falta de equipamentos, onde mirar em busca de soluções? Designers podem não estar no topo da sua lista de possibilidades, mas são profissionais-chave nesse contexto.

Vemos o design em programas de TV sobre decoração, em reality shows de moda, em eventos para “acelerar sua startup” e estampado nas fachadas de salões de beleza pelo país. Mas muito raramente vemos o design associado ao setor de saúde. Por conta disso, pode parecer que esse não é um campo em que designers fariam a diferença. Mas a verdade é que seus métodos possuem, sim, um grande potencial de aplicação nessa área.

Em tempos de crise como o que vivemos agora, é especialmente importante nos aprofundarmos em busca de respostas mais ágeis e que tragam resultados eficazes. Pensando nisso, selecionamos alguns casos em que o design foi usado para superar desafios da área da saúde.

Por um lado, esperamos inspirar empresas, profissionais e estudantes a olharem para a saúde como um importante e promissor setor de atuação; por outro, demonstrar a todos quanto o design está presente em nossas vidas e como ele pode melhorar nossos serviços e nossas interações com o mundo.


Leia também: Melhores Designs de Serviço para Governos no iF Design Award 2020

Cases de design aplicado à saúde

Design Institute for Health (Instituto de Design para Saúde)

Esse primeiro case merece atenção especial, pois demonstra a versatilidade dos métodos de design. O Design Institute for Health é um instituto pioneiro criado pela colaboração entre os departamentos de medicina (Dell Medical School) e de artes (College of Fine Arts) da Universidade do Texas, em Austin.

Coordenado por Stacey Chang – que foi diretor administrativo de um setor da IDEO – o instituto realiza diferentes ações aplicando design ao atendimento de saúde, desde a criação de produtos até a transformação de espaços e de lógicas de serviço. Seu trabalho de maior impacto é o UT Health Austin, um conjunto de clínicas criado em 2017 que foi inteiramente pensado e construído a partir das diretrizes do design centrado no ser humano.

Uma das grandes diferenças entre o UT Health Austin e outras clínicas está na lógica de pagamento dos profissionais: ao invés de calcular a remuneração pelo número de atendimentos e tratamentos realizados, como acontece tradicionalmente, eles calculam a partir da real melhora dos pacientes. Esse modelo possibilita uma mudança de foco do profissional, que passa a ser mais estimulado a priorizar o paciente, e não os procedimentos e tratamentos em si.

Além disso, o layout dos atendimentos foi redesenhado. No UT Health Austin, não há sala de espera, assim como os médicos não possuem salas fixas. Cada paciente, quando chega, é encaminhado para um sala individual e todos os médicos, enfermeiros, assistentes sociais e outros profissionais que precisarem atendê-lo se dirigem a essa sala. Os diagnósticos e as decisões são tomadas em conjunto e o paciente participa desse processo.

Para saber mais sobre essa e outras ações do Design Institute for Health, clique aqui. Eles já criaram, inclusive, o primeiro mestrado de design em saúde do mundo.

Confete – Linha de capas customizáveis para próteses de perna

Design: FURF Desig Studio e Id Ethnos
Origem: Brasil

Confete é a primeira linha de capas adaptáveis e coloridas para próteses de perna com produção em massa. A linha possui dois modelos, a Confete, para prótese transfemural (acima do joelho); e a Confete TT, para prótese transtibial (abaixo do joelho).

Os principais diferenciais da Confete em relação a outros produtos do mesmo tipo estão na estética e no custo – a Confete é fabricada em massa e em poliuretano, o que a torna cerca de 80% mais barata que produtos similares, além de mais adaptável e durável.

Como consta no site oficial, “a Confete é comercializada em mais de 15 países. Além de estar entre as opções mais acessíveis nesses países, seu baixo custo se enquadra nos quesitos governamentais e agora ela também pode ser adquirida gratuitamente em qualquer lugar do Brasil, disponibilizada pelo SUS e INSS.”

Não à toa, ela é o único produto a vencer os três maiores prêmios de design do mundo: Red Dot, iF Design Award e Cannes Lions.

Ion Endoluminal System – Plataforma para biópsia de pulmão

Design: Intuitive
Origem: Estados Unidos

O Sistema Endoluminal de Íons é uma plataforma robótica que permite biópsias de pulmão muito menos invasivas do que os modelos até então utilizados. Seu sistema conta com um cateter robótico ultrafino, controlado por humanos, que permite aos médicos navegar em vias aéreas de difícil acesso com estabilidade e precisão sem precedentes.

O Sistema Endoluminal de Íons recebeu o iF Gold Award 2019 na categoria de produtos.

VT8000 – Ventilador Pulmonar

Design: Beijing Aeonmed
Origem: China

O VT8000 é um ventilador pulmonar controlado eletronicamente por acionamento pneumático que suporta desde recém-nascidos até adultos. Além de eficiente, seu design melhora a visibilidade e controlabilidade da interface do usuário, sendo personalizável para atender as diferentes necessidades dos médicos que o utilizam.

O VT8000 foi premiado na categoria de produtos do iF Design Award 2020.

iM3S – Monitor de Sinais Vitais

Design: Edan Instruments
Origem: China

O iM3s é um monitor de sinais vitais portátil feito para profissionais clínicos digitalizarem, avaliarem e comunicarem dados de pacientes de vários departamentos ao sistema central de informações do hospital via Wi-Fi. Ele possui um scanner de código de barras embutido através do qual adquire os registros do paciente, ao mesmo tempo em que o scanner infravermelho mede a temperatura do paciente no local. O design do produto foi construído visando minimizar as informações visuais e criar uma construção sólida usando materiais mínimos.

O iM3S foi premiado na categoria de produtos do iF Design Award 2020.

LinkedIn icon Instagram icon Facebook icon Twitter icon
Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.