Gestão comportamental e autoconhecimento no trabalho

Pessoas Mai 08, 2020

Para tornar a gestão de pessoas mais estratégica e inteligente, a Caiena incorporou a abordagem comportamental em suas práticas. O foco é estimular que os talentos desenvolvam suas soft skills, ou habilidades subjetivas, como um caminho para o desenvolvimento profissional. Um dos mecanismos que utilizamos é o [teste de perfil comportamental.

O teste comportamental tem como principal característica mapear as vertentes comportamentais e as habilidades emocionais e sociais dos respondentes. Os estudos por trás da avaliação mostram que a ação e a reação de cada pessoa são definidas por uma combinação de fatores, como personalidade, histórico de vida, criação e influência do meio. E, por isso, as tendências comportamentais são mutáveis e maleáveis até certo ponto.

Este tipo de exame se difere do teste de personalidade, que analisa as particularidades intrínsecas a cada pessoa – pois define uma série de padrões resultantes de um processo gradual, longo e complexo.

Como utilizamos o teste comportamental na Caiena

Utilizamos o teste que se baseia na metodologia DISC, criada pelo psicólogo William Marston, em 1928. Na avaliação atual, as reações comportamentais são divididas entre os perfis Comunicador, Executor, Planejador e Analista. Uma mesma pessoa pode apresentar porcentagens diferentes dos quatro perfis, ou até mesmo ser 100% um único perfil.

Além dos comportamentos predominantes em cada pessoa, o teste identifica diversas informações sobre ela, como estilo de liderança, competências, necessidades e áreas potenciais de atuação.

Quadro com características dos perfis Executor, Comunicador, Analista e Planejador

Leia também: Como empresas podem tornar o home office sustentável em longo prazo


Na prática, o objetivo da Caiena em fazer a gestão comportamental é contribuir com mais um instrumento de desenvolvimento pessoal e profissional para os talentos.

As informações geradas pelo teste permitem que a pessoa adquira mais autoconhecimento e identifique habilidades, potencialidades, necessidades e dificuldades. A avaliação é realizada semestralmente e possibilita, ainda, que a pessoa observe possíveis mudanças, tanto provenientes do conhecimento que ela tem de si, como relacionadas às alterações no ambiente.

As informações geradas também são um importante apoio à Área de Pessoas e auxiliam na gestão estratégica do capital humano da empresa.

Atração de talentos

O processo de contratação, amparado pela gestão comportamental dos candidatos, se torna mais coerente ao possibilitar a combinação de habilidades e necessidades com as do restante da equipe de trabalho, por exemplo.

Governança

Ter o perfil comportamental de cada talento facilita a interpretação do perfil da Caiena como um todo. A observação da dinâmica dos times revela como cada integrante assume uma atuação importante de acordo com seu perfil. Da mesma maneira, permite refletir sobre melhorias na convivência e nos resultados de cada uma das pessoas.

Gestão de desempenho

A avaliação de desempenho é enriquecida com a gestão comportamental. A associação de ambos reúne todas as informações necessárias para o acompanhamento dos resultados de cada talento. Quando a liderança e a equipe conhecem os perfis comportamentais uns dos outros, se torna mais fácil entender motivos de possíveis desvios ou quedas de rendimento, assim como buscar a melhor estratégia para resolver os problemas.

E por que é importante o autoconhecimento no trabalho?

O autoconhecimento é uma capacidade que traz muitos impactos positivos. Ao identificar suas competências, necessidades e dificuldades, o talento tem mais clareza sobre como se aperfeiçoar para alcançar seus objetivos. Também possui mais segurança para tomar decisões e otimizar resultados.

Ao mesmo tempo, identifica habilidades ou comportamentos que não fazem parte de seu perfil. Este entendimento pode diminuir frustrações que acontecem, por exemplo, quando uma pessoa com um determinado perfil se pressiona para ser diferente, sendo que não haveria necessidade.

A Maíra Barbosa, líder da Área Financeira da Caiena, teve uma experiência interessante com o Teste de perfil comportamental. Com cada aplicação, pôde se entender um pouco mais, conta.

“Quando recebi o convite para realizar o teste pela primeira vez, logo pensei que seria mais um que não falaria muito sobre mim. Mas me enganei! O teste foi muito interessante e o relatório com o resultado tem uma linguagem super acessível.

Na primeira vez que fiz o teste, tive como resultado um perfil indefinido, ou seja, em transição, e as minhas características estavam equalizadas no momento. Achei incrível este resultado, mas ele disse muito sobre mim porque, de fato, eu estava em um momento de grande mudança na vida pessoal e com muitas expectativas no âmbito profissional. A conclusão do teste foi super coerente!

Ao retornar da licença maternidade, me sentia outra profissional, sem saber exatamente o que isso significava. Foi então que eu fiz o teste de perfil comportamental pela segunda vez. Para a minha surpresa, assumi o Perfil Comunicador! Nunca imaginei que teria este perfil, mas lendo sua descrição e características, entendi completamente porque me enquadrava, e mais, assimilei sentimentos e comportamentos do meu cotidiano.

Com os resultados dos testes, consegui me compreender. Identifiquei minhas novas características e meus principais desafios e passei a direcionar minhas energias para obter melhores resultados.”

Rebeca Bissoli Silvestre

Junto com João Paulo Gotardo

Relações-públicas, investe na comunicação para aproximar pessoas e promover os valores da transparência e do respeito. Em constante aprendizado.

LinkedIn icon Instagram icon Facebook icon Twitter icon
Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.