Como cuidar da saúde do colaborador à distância

Pessoas Fev 15, 2021

Desde que se teve conhecimento da gravidade da pandemia do novo coronavírus, muitas empresas decidiram que seus colaboradores passariam ao regime de trabalho remoto. Um dos motivos para isso foi a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de um protocolo de distanciamento e isolamento físico para evitar a propagação do vírus.

Com isso, veio a preocupação de como cuidar de perto da saúde dos funcionários, mesmo com a equipe de Recursos Humanos distante fisicamente. A preocupação tem justificativa: de acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade do Sul da Califórnia, entre as pessoas que migraram para o home office e participaram do estudo, cerca de 64% tiveram problemas físicos e 75% mentais.

Pensando nisso, nos juntamos com a HealthBit, uma startup de tecnologia em saúde, para contar como a área de Recursos Humanos pode garantir a saúde, física e mental dos colaboradores durante este período.

Navegue pelo conteúdo:

Incentive a interação entre os talentos

Lembre a equipe da importância de conversas informais e incentive que elas aconteçam. Crie espaços para que as pessoas possam compartilhar o que está acontecendo em suas vidas, como happy hours virtuais ou rodas de conversa.

Também incentive chamadas de vídeo! Assim, as pessoas podem se ver e conhecer um pouco mais sobre a vida dos colegas, seu cantinho de trabalho, além de ter uma conversa mais sincera.

Reforce a necessidade do equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Por não se ter essa diferença entre o espaço de trabalho e descanso, muitas vezes as pessoas acabam trabalhando mais. O mesmo estudo da Universidade do Sul da Califórnia indica que as jornadas de trabalho das pessoas no home office aumentaram cerca de 1,5 hora por dia.

Assim, a equipe de RH pode sempre frisar a importância do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, sugerindo que, a partir de determinado horário, não sejam enviadas mensagens de trabalho. Pode, também, dar dicas de como melhorar a qualidade de vida profissional – deixar um espaço específico da casa para trabalhar e, assim, quando sair de lá, saber que aquele é seu momento de descanso.

Ofereça aulas de exercícios físicos à distância

Uma pesquisa publicada na Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde indicou que há uma associação entre os níveis de atividade física de antes e durante a pandemia. Ela mostrou que 59% dos participantes suficientemente ativos antes da pandemia diminuíram seu nível de atividade física durante este período.

Além disso, de acordo com um estudo realizado por pesquisadores australianos e estadunidenses, pessoas que passam mais de 4 horas sentadas por dia afirmam ter mais problemas de saúde crônicos.

Pensando nessa diminuição do exercício físico e no aumento da jornada de trabalho dos colaboradores, ofereça aulas de exercícios físicos à distância. Na HealthBit, toda semana a aula de meditação que ocorria presencialmente acontece de forma remota. Aulas de ginástica laboral para exercícios em casa para lidar com dores nas costas e pescoço, por conta do tempo sentado, também são ótimas pedidas.

Possua uma comunicação transparente

Por não se ter mais o ambiente físico do escritório, muitos profissionais podem não saber exatamente o que está acontecendo com a empresa como um todo, assim como mudanças externas que podem impactar a organização de alguma maneira.

Desta forma, é muito importante ser o mais transparente possível. Na Caiena, enviamos comunicados caso haja qualquer mudança de legislação que possa impactar os talentos ou a empresa, e todas as decisões tomadas a partir disso. Além disso, criamos ações e conteúdos relacionados à cultura da empresa para ajudar os talentos a se sentirem parte daquele ambiente, mesmo fora do escritório.

Na HealthBit, também são realizados os Espaços Abertos, reuniões gerais que já aconteciam antes da pandemia, para manter todos os funcionários cientes das estratégias adotadas pela empresa, abrindo para discussões e sugestões de todos.

Tenha empatia

Entenda sempre que este momento é complicado e que muitas pessoas estão se sentindo estressadas e ansiosas – segundo pesquisa da Universidade do Estado do Rio (Uerj), entre março e abril, os casos de ansiedade foram de 8,7% para 14,9% no Brasil.

Demonstre empatia com a situação e com possíveis imprevistos que podem acontecer quando se trabalha de casa, como fazer uma pausa para dar atenção aos filhos. Na Caiena, fizemos diversas ações de apoio para aqueles que estão lidando com desafios únicos no isolamento: pais e mães.

Ofereça acompanhamento de profissionais de saúde

Por mais que a área de RH da empresa possa ajudar para garantir o bem-estar do colaborador, somente um profissional de saúde pode ajudá-lo em questões mais sérias e de forma mais completa. Por conta disso, é interessante oferecer o acompanhamento de algum profissional de saúde, como psicólogos e nutricionistas, ou o reembolso para os funcionários que se consultarem com algum especialista de forma remota.

Na Caiena, um psicólogo que é parte do nosso time está acompanhando gratuitamente tanto talentos quanto seus familiares que demonstraram o desejo de contar com esse tipo de apoio. E na HealthBit, desde antes da pandemia, era oferecido o Auxílio Saúde Mental para os colaboradores, no qual a organização faz um reembolso para aqueles que fazem consultas psicológicas.

Estenda esse serviço para outras especialidades e, para escolher a que melhor se adequa ao seu time, converse com ele! Aproveite e faça uma pesquisa do clima da empresa para entender o que o time mais precisa neste momento.

Telemedicina: a solução para emergências e prevenção

Durante esse período, vimos muitas pessoas com medo de se infectar com o novo coronavírus e, por isso, adiarem os exames e consultas de rotina com profissionais de saúde. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) e Sociedade Brasileira de Patologia (SBP), neste período, 7 em cada 10 cirurgias de câncer não foram realizadas e eles estimam que ao menos 50 mil brasileiros não foram diagnosticados com câncer.

Uma solução que já era utilizada, mas tomou força em 2020 foi a telemedicina, principalmente com a aprovação da Lei 13.989, de abril de 2020, que autoriza o uso da telemedicina durante a pandemia do novo coronavírus e dispõe sobre o seu uso.

De acordo com a norma, entende-se por telemedicina o exercício da medicina mediado por tecnologias para fins de assistência, pesquisa, prevenção de doenças e lesões e promoção de saúde.

Caso algum colaborador esteja com algum problema, mas não se sinta seguro para sair de casa para se consultar, indique a telemedicina. Diversos especialistas já atendem desta forma e podem auxiliar a pessoa a se tranquilizar em relação aos problemas urgentes e que não necessitam de exames físicos ou clínicos.

Mas, além de tratar de problemas específicos, a telemedicina também pode ser uma ótima aliada para prevenção do que pode ser evitável. A HealthBit oferece este serviço para outras empresas, por meio do acompanhamento de saúde. Nele, os enfermeiros da startup ligam regularmente para os colaboradores dos clientes e avaliam o histórico do paciente. Este acompanhamento à distância é um diferencial que proporciona segurança para o colaborador e também para a empresa, evitando casos de afastamento desnecessários que podem afetar a produção de uma corporação.

Lembre-se sempre que cuidar da saúde do colaborador, além de ajudá-lo a se sentir bem e trabalhar melhor, evita gastos a mais pela empresa!

E na sua empresa, quais foram as medidas adotadas para cuidar da saúde dos talentos?

Caiena – Tecnologia e Design

Usamos a tecnologia e o design para solucionar problemas complexos – levando em consideração, desde o início, o ponto mais importante do processo: as pessoas.

LinkedIn icon Instagram icon Facebook icon Twitter icon
Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
manage cookies